Prodigy


Durante os anos 80, Liam Howlett foi breakdancer e DJ com o grupo hip-hop Cut To Kill, no entanto, influenciado por sons como os de Meat Club Manifesto e Joey Beltram, começou a compor a sua própria música de dança. Em finais da década, conheceu Keith Flint e Leeroy Thornhill, dançarinos em clubes londrinos, aos quais se juntou MC Maxim, um explorador do hip-hop.

Em 1991, o grupo estreou-se com o single "What Evil Lurks", que rapidamente se tornou tema de culto das pistas de dança. Seguiu-se "Charly", que abriu ao grupo as portas da popularidade, e cujo videoclip foi transmitido no lendário programa televisivo inglês Top Of The Pops.

Os seus espetáculos construíram uma imagem muito própria do grupo, evidenciando um carácter intenso e excessivo, presente na dança de Flint e de Thornhill e nas vocalizações de Maxim e Flint. Colecionaram uma série de sucessos, tais como "Everybody In The Place", "Fire", "Out Of Space" e "Wind It Up", os quais foram incluídos no seu álbum de estreia, The Prodigy Experience, de 1992.

Seguiram-se os singles "One Love", este editado sob o pseudónimo Earthbound, e "No Good (Start The Dance)", que foram incluidos no álbum Music For The Gilted Generation (1994). Este trabalho constituiu rotundo sucesso, sendo nomeado para um prémio Mercury, e vendendo mais de um milhão de cópias em todo o mundo.

O grupo continuou o seu percurso de êxito com os singles "Voodoo People" e "Poison". Este último tema foi incluído na banda sonora do filme End Of Days ("Os Dias Do Fim", 1999).

Em março de 1996, os Prodigy conquistaram o primeiro número um nas tabelas de vendas do Reino Unido com o tema "Firestarter". No final do mesmo ano surgiu "Breathe", confirmando uma popularidade alargada aos mais variados públicos.

O terceiro álbum, Fat Of The Land, foi editado em 1997, explorando uma sonoridade agressiva que mistura ritmos dançáveis, vocalizações punk e guitarras rock. O controverso tema "Smack My Bitch Up" não os impediu de conquistarem os prémios de Melhor Projeto de Dança nos Brits 1998, e Originalidade e Melhor Vídeo de Dança, nos Prémios MTV.

Durante o ano de 1999, os membros da banda desenvolveram outros projetos paralelos: Liam Howlett lançou o álbum de misturas The Ditchamber Sessions Volume 1; Maxim editou um EP intitulado My Web; Leeroy Thornhill gravou o single "Dreamer" sob o pseusónimo Longman.

Em abril de 2000, Leeroy deixou o grupo para seguir carreira a solo como Longman, integrado no seu grupo Flightcrank. No ano seguinte foi editado o quarto álbum do grupo: Always Outnumbered, Never Outgunned.

A 4 de março de 2019 Keith Flint foi encontrado morto em sua casa no Essex, Reino Unido.


Como referenciar: Prodigy in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-08-12 09:58:53]. Disponível na Internet: