Públia Hortênsia de Castro

Figura ímpar da cultura portuguesa do século XVI, que alcançou algum protagonismo apesar da sua condição feminina, um facto de si notável para a época em questão. Conta-se que se vestiu com trajos masculinos para acompanhar até Coimbra o seu irmão Jerónimo, um frade dominicano. Com apenas 17 anos de idade, Públia Hortênsia defendeu em Évora teses de Filosofia e em 1581, na presença do rei Filipe II, defendeu teses sobre Teologia, vindo a receber, como reconhecimento do seu trabalho, uma tença anual.
Esta mulher quinhentista integrava a corte de D. Maria e passou grande parte da sua vida em Évora, onde se ocupava da composição de poemas tanto em latim como em português, da redação de cartas e de diálogos teológicos e filosóficos, dos quais não subsistem quaisquer exemplares.

Como referenciar: Públia Hortênsia de Castro in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-07-21 16:23:53]. Disponível na Internet: