Ralf Dahrendorf

Sociólogo alemão, Ralf Dahrendorf, nascido em 1929, na Alemanha, trouxe um valioso contributo para a teoria das classes. Propôs uma remodelação dos princípios de definição das classes sociais, afastando-se do parâmetro marxista da propriedade dos meios de produção e propondo, em substituição, o parâmetro do poder e da autoridade.
Segundo o autor, as diferenças de poder alimentam o conflito de classes, que nunca poderá ser eliminado. No entanto, Dahrendorf defende que os direitos de cidadania e a igualdade de oportunidades contribuem para controlar o mesmo conflito de classes. Muito dificilmente ocorrerá "a revolução" pois, com a evolução do capitalismo industrial em direção à sociedade pós-capitalista, passaram a existir modos aceites de regulação dos conflitos, o que os tornou menos violentos.
A possibilidade de organização das partes em oposição (p. ex., os assalariados poderem organizar-se em sindicatos) revela as vantagens da democracia e do exercício dos direitos de cidadania. As alterações estruturais passaram a poder dar-se lentamente (p. ex., a mobilidade social já é frequente) e o conflito de classes já não tende para a produção de mudanças abruptas ou radicais. Neste ponto, Dahrendorf opõe-se a Marx, acusando-o de estar prisioneiro de convicções políticas e filosóficas preconcebidas.
Ralf Dahendorf enveredou também pela política, tornando-se deputado no Reino Unido, onde reside. A 11 de julho de 2007 foi galardoado com o Prémio Príncipe das Astúrias de Ciências Sociais.
As obras principais de Ralf Dahrendorf são: Class and Class Conflict in an Industrial Society (1959); Society and Democracy in Germany (1967); The New Liberty (1975); Life Chances (1979).
Como referenciar: Porto Editora – Ralf Dahrendorf na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-17 18:06:24]. Disponível em