Ralph Fiennes

Ator inglês, Ralph Nathaniel Fiennes nasceu a 22 de dezembro de 1962, em Suffolk, filho do fotógrafo Mark Fiennes e da escritora Jennifer Lash. Apaixonou-se pelo teatro ainda na escola primária e, com a aprovação dos pais, frequentou o Chelsea College of Art and Design e mais tarde a Academia Real de Artes Dramáticas de Londres. Considerado um dos jovens mais promissores da sua geração, foi aceite na Britain's Royal National Theatre em 1987, e no ano seguinte juntou-se à prestigiada Royal Shakespeare Company.
O seu primeiro trabalho em televisão foi a encarnação do escritor T. E. Lawrence no telefilme A Dangerous Man: a Lawrence After Arabia (1990). Estreou-se em cinema recriando Heathcliff de Wuthering Heights (O Monte dos Vendavais, 1992), a partir do romance de Emily Brontë. As críticas foram-lhe extremamente favoráveis, apesar do percurso comercial do filme ter sido incipiente. Steven Spielberg procurou um ator britânico para encarnar o cruel oficial nazi Amon Goeth e convidou-o para The Schindler's List (A Lista de Schindler, 1993) e o seu trabalho valeu-lhe uma nomeação para o Óscar de Melhor Ator Secundário. Robert Redford apostou nele para retratar Charles Van Doren no seu Quiz Show (1994). Apesar da polémica que rodeou o filme baseada no facto verídico de um dos concursos televisivos mais populares da década de 50 ser viciado, a prestação de Fiennes mereceu elogios. Procurou então apresentar Hamlet na Broadway e o seu projeto teve bons resultados, tendo sido agraciado com um Tony de Melhor Ator Teatral. Em seguida, teve uma das suas melhores interpretações de sempre: a do conde húngaro Laszlo Almásy em The English Patient (O Paciente Inglês, 1996). Fiennes comoveu as plateias com a sua interpretação de um homem que vive um amor proibido com uma aristocrata inglesa (Kristin Scott Thomas) em plena Segunda Guerra Mundial e que, após ver o seu avião abatido em pleno deserto, é tratado por uma enfermeira canadiana (Juliette Binoche) a quem conta a história do seu romance. Nomeado para o Óscar de Melhor Ator, Fiennes partia como favorito, mas perdeu o galardão para Geoffrey Rush. A partir daí, Fiennes continuou a dividir-se entre o teatro e o cinema, protagonizando títulos como Oscar and Lucinda (Óscar e Lucinda, 1997), The Avengers (Os Vingadores, 1998) e a longa-metragem de animação The Prince of Egypt (O Príncipe do Egito, 1998) onde emprestou a voz ao faraó Ramsés.
Os seus filmes mais recentes são Spider (2002) de David Cronemberg; The Red Dragon (O Dragão Vermelho, 2002) onde desempenha o papel de psicopata; a comédia romântica Maid in Manhattan (Encontro em Manhattan, 2002), onde faz par romântico com Jennifer Lopez; The Constant Gardener (O Fiel Jardineiro, 2005), um thriller do realizador brasileiro Fernando Meirelles; Harry Potter and the Goblet of Fire (Harry Potter e o Cálice de Fogo, 2005), no papel do desprezível Lord Voldemort; Chromophobia (2005), um drama psicológico de Martha Fiennes; The White Countess (2005), onde contracena com Vanessa Redgrave e Natasha Richardson; e The Chumscrubber (Os Amigos de Dean, 2005). Entretanto, emprestou a voz a Victor Quartermaine, uma personagem do filme de animação Wallace & Gromit in The Curse of the Were-Rabbit (Wallace e Gromit: A Maldição do Coelhomem, 2005), dirigido por Steve Box e Nick Park.
O ator inglês integrou o elenco do filme The Reader (O Leitor), realizado por Stephen Daldry, em 2008. O filme conta a história da relação que se desenvolve entre uma mulher, Hanna (interpretada por Kate Winslet) e o jovem Michael Berg (David Kross), na Alemanha do pós-2.ª Guerra Mundial. Ralph Fiennes interpreta o papel de Michael Berg, já adulto.
O seu irmão mais novo, Joseph Fiennes, também enveredou pela carreira de ator.
Como referenciar: Ralph Fiennes in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-12-01 15:54:52]. Disponível na Internet: