Rato

O Rato é o primeiro signo do Zodíaco chinês, a que correspondem os seguintes anos: 1996, 1984, 1972, 1960, 1948, 1936, 1924... Os nativos de Rato têm por norma uma personalidade complexa e este signo é associado à sorte e à saúde.
Segundo uma lenda muito antiga, que explica a formação deste Zodíaco assim como o carácter dos seus nativos, o rato foi transportado ao longo do rio no lombo do boi. Este aceitou carregar o rato porque não tinha grande visão e temia perder-se no meio do rio. Assim, guiado pelo rato, conseguiu atravessar, embora tenha sido ultrapassado pelo seu passageiro mal chegaram à margem.
Segundo a lenda, foi também por esta ocasião que nasceu a eterna rivalidade entre rato e gato já que o primeiro, que ficou incumbido de alertar o segundo para o encontro, deu-lhe informações erradas de forma a que este chegasse atrasado. Uma outra lenda conta que o rato seguia no lombo do boi juntamente com o gato, mas, quase a chegar à margem, empurrou-o para a água. Os nativos de Rato são considerados pessoas com grande capacidade de liderança, inteligentes, carismáticos, com apetência para a arte, atraentes, persuasivos, generosos e ambiciosos. No entanto, podem também ser abusadores, perigosos, sonhadores, egoístas, manhosos, psicóticos, manipuladores, teimosos e frívolos.
Consoante as datas de nascimento, os nativos de Rato dividem-se em cinco grupos: Metal, Água, Madeira, Fogo e Terra.
Os associados a Metal são auto-confiantes, esforçados, prestáveis, práticos e individualistas, enquanto os de Água são introvertidos, criativos e aventureiros. Já os de Madeira são amantes da liberdade, imaginativos e sabem defender bem os seus pontos de vista. Os de Fogo são simpáticos mas também agressivos, não se importando com as consequências dos seus atos. Por fim os de Terra são materialistas, esforçados e adversos à rotina.
O rato na antiguidade era considerado um animal protetor e capaz de atrair a prosperidade, mas também surge associado à morte, a crimes, à pobreza e à doença.
Como referenciar: Rato in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-02-22 10:12:05]. Disponível na Internet: