Raymond Queneau

Escritor francês, nascido em 1903 e falecido em 1976, colaborou num primeiro momento com o grupo surrealista. Com formação em Filologia e Matemática, sempre demonstrou o gosto pelos jogos humorísticos de linguagem, designadamente em Exercices de style (1947) e Cent Mille Milliards de poèmes (1961). De entre as suas obras mais conhecidas, é de salientar: Pierrot mon ami (1942), Le Journal intime de Sally Mara (1962), Zazie dans le métro (1959) e as recolhas de poemas Petite Cosmogonie portative (1949-50) e Le Chien à la mandoline (1958).
Como referenciar: Raymond Queneau in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-02-17 19:06:39]. Disponível na Internet: