Real Madrid

O Real Madrid Club de Fútbol foi fundado a 6 de março de 1902 sob a designação de Madrid Foot-Ball Club. Os seus fundadores foram um grupo de jovens que haviam frequentado universidades inglesas, onde aprenderam as regras do futebol. O primeiro jogo aconteceu a 13 de maio desse ano contra o Barcelona, que venceu por 3-1 iniciando aí uma rivalidade que perdurou por décadas.
Em 1920, quando já era o clube mais popular de Espanha e usava o tradicional equipamento totalmente branco, a casa real conferiu à coletividade o título de Real, passando a designar-se Real Madrid Foot-Ball Club. Só entre 1930 e 1938 é que o clube perdeu o título Real por ter sido instaurada a República em Espanha.
Entretanto, em 1931/1932, o Real Madrid conquistou pela primeira vez o campeonato de Espanha, feito que repetiu por mais de vinte oito vezes. Em 1943, chegou à presidência Santiago Bernabéu, que já havia sido jogador, treinador e dirigente do clube. Uma das suas primeiras medidas foi reconstruir o estádio do clube em Chamartín, que tinha sido devastado pela guerra civil espanhola. A reinauguração aconteceu a 14 de dezembro de 1947 com um jogo em que o clube madrileno defrontou o Belenenses de Portugal. Em 1954, após diversas remodelações, o estádio ficou com capacidade para cem mil espectadores e, no ano seguinte, foi batizado de Estádio Santiago Bernabéu. O Real Madrid estava a entrar num dos seus períodos áureos e entre 1956 e 1960 conquistou por cinco vezes consecutivas a Taça dos Campeões Europeus, a competição de clubes mais importante da Europa. No clube atuavam jogadores como Di Stefano, Gento, Kopa, e Puskas.
Santiago Bernabéu foi presidente até 1978, período durante o qual o Real Madrid conquistou dezasseis campeonatos de Espanha, seis taças dos Campeões Europeus e uma Taça Intercontinental. Já na altura, o Real Madrid era considerado por muitos o melhor clube do mundo.
Em 1985, o Real Madrid entrou em novo período áureo, iniciado com a conquista da Taça UEFA (competição europeia de clubes). O clube, onde pontificavam jogadores como Butragueño, Hugo Sanchez, Valdano e Santillana, ganhou cinco campeonatos consecutivos entre 1986 e 1990.
Após um período menos bom, a equipa regressou aos títulos em 1994/95, quando era treinada por Valdano, responsável pelo lançamento no onze principal do jovem avançado Raul. Este viria a tornar-se um dos símbolos do clube.
No ano 2000, ascendeu à presidência do clube Florentino Pérez, que contratou de imediato o português Luís Figo ao Barcelona por doze milhões de contos (cerca de 60 milhões de euros), até então a transferência mais cara de sempre do futebol mundial. Pérez tinha o sonho de formar a melhor equipa do mundo. Logo nesse ano venceu o campeonato, seguindo-se a Liga dos Campeões e a Taça Intercontinetal, em 2002.
A política de Pérez era a de contratar os melhores jogadores do mundo e a Figo sucederam-se o francês Zidane (2001), o brasileiro Ronaldo (2002) e o inglês Beckham (2003). Ainda em 2003, foi contratado o treinador português Carlos Queiroz para orientar a chamada equipa dos galácticos, mas a falta de resultados levou a que fosse despedido. Contudo, os treinadores que se seguiram também não conseguiram recolocar o Real Madrid no caminho dos triunfos, apesar da contratação de estrelas como Robinho ou Michael Owen.
Como referenciar: Real Madrid in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-11 14:50:05]. Disponível na Internet: