reality-shows

Género de programa televisivo, inaugurado nos Estados Unidos da América, que procura debater questões do quotidiano das pessoas, com a participação em direto e no estúdio de elementos dos cidadãos comuns. Os temas escolhidos são variados, mas revelam a preferência por assuntos polémicos e capazes de provocar polémica e/ou choque nas audiências.
Este tipo de programa insere-se na fórmula de infotainment, já que possui características de programa informativo, embora, frequentes vezes, seja conduzido por moderadores que não são jornalistas e que, por isso, não precisam de responder perante nenhum código deontológico. O próprio formato do programa salienta mais os aspetos de entretenimento, até na sua vertente de promoção de laços de solidariedade social.
Os reality-shows amplificam o processo participativo das audiências televisivas, num modelo hiper-realista de tratamento da realidade. Alguns críticos de televisão referem-se a este género de programas como "trash-TV" - o "lixo televisivo" -, acusando os seus responsáveis de viverem à custa da humilhação pública da inocência e de explorarem, sem escrúpulos, a miséria intelectual e espiritual de pessoas que, utilizando uma expressão de Andy Warhol, procuram os seus 15 minutos de fama.
Como referenciar: reality-shows in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2021. [consult. 2021-04-19 11:35:22]. Disponível na Internet: