refinação

A nível industrial, a refinação constitui uma operação de grande importância na preparação da pasta de papel. Consiste no tratamento mecânico das matérias fibrosas, em suspensão aquosa, levada a efeito em pilha ou refinadores com o fim de modificar algumas das suas propriedades físicas para lhes dar as características necessárias à fabricação de um determinado papel ou cartão. Existem dois tipos de refinação: a refinação gorda, em que a ação de hidratação sobreleva a de corte, e a refinação magra, em que a ação de corte sobreleva a de hidratação.
A nível químico, a refinação consiste na depuração e purificação de um alimento em bruto (por exemplo açúcar, óleo) a fim de o tornar apto para consumo ou melhorar a sua qualidade, eliminando impurezas e substâncias prejudiciais.
Na refinação do açúcar, o produto em bruto é dissolvido em água quente até se obter um líquido espesso que se submete em seguida a clarificação com carvão ativado e evaporação em vácuo. Para refinar óleos, neutraliza-se o produto bruto (óleo virgem) com soda, seguindo-se a lavagem, secagem, descoloração com carvão ativado e desodorização.

Como referenciar: refinação in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-22 04:22:38]. Disponível na Internet: