Reinata

Ceramista moçambicana, Reinata Sadimba Passema nasceu em 1945, na aldeia de Nemu, na Província de Cabo Delgado (Moçambique).
Criada com uma educação tradicional da etnia maconde, a artista aprendeu a fazer objetos utilitários em barro, como potes, pratos, cântaros, entre outros.
Em 1972, entra na FRELIMO durante a luta armada e, em 1978, passa à reserva do movimento militar. Emigra para a Tanzânia, em 1980, por causa da guerra, e só regressa a Maputo em 1992.
O seu trabalho cerâmico começou a sofrer alterações em 1975, adquirindo formas novas que correspondiam à sua visão artística, cheia de imaginação, ingenuidade e humor. Fez várias exposições sobretudo em Moçambique e em Portugal e está representada no Museu Nacional de Arte em Moçambique e no Museu Nacional de Etnografia em Lisboa, assim como em coleções privadas nacionais e estrangeiras.
Como referenciar: Porto Editora – Reinata na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-12-03 08:24:08]. Disponível em