Reino de Siam

A cidade de Muang Lamphun foi a primeira capital Lao em Siam, tendo sido fundada em 575 d. C. A fusão de raças iniciou-se então e a língua siamesa estava em processo de formação. Mas o toque final para a nova raça foi dado por Kublai Cão quando expulsou os Lao-Tai do Sudoeste da China em 1253.
O Norte, o Oeste e o Sudoeste de Siam foram reduzidos pelos siameses que, durante as suas incursões ao sul, transferiram a sua capital de Sukhothai para Muang Nakhon Sawan. Uma inscrição de 1284 refere que os domínios do rei Rama Kamheng se estendiam por todo o país, de Mekong a Phet Buri, e do golfo de Siam até Ligore. A cidade de Ayuttaya, que tem o seu auge em 1350, foi a primeira capital do primeiro rei siamês, abrangendo todo o Siam. Nesta altura Siam atacou o Camboja, mas os confrontos entre estes dois países irão perdurar por 400 anos.
A supremacia deste reino vê-se ameaçada com a chegada dos Portugueses (século XVI) e depois dos Holandeses (século XVII), que tentam controlar o comércio no Oriente. No século XIX é a vez dos Ingleses também fazerem incursões nesta região. Em 1907, no seguimento de uma convenção estabelecida com França, Siam volta a estar sob a alçada deste país e, em troca, recebe de volta a província marítima de Krat.
Em 24 de junho de 1932, um grupo de soldados de classe média e civis fazem uma revolução, pela qual Siam se torna uma monarquia institucional.
Como referenciar: Reino de Siam in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-24 03:37:53]. Disponível na Internet: