Artigos de apoio

René Laloux
Realizador de animação francês, René Laloux nasceu em 1929, em Paris (França) e faleceu a 14 de março de 2004, em Angoulême, em consequência de uma crise cardíaca.
Começou a trabalhar, na década de 60, como monitor da clínica psiquiátrica de Laborde, em Cour Cheverny. Aprendendo animação como autodidata, iniciou a sua carreira de realização, com a curta-metragem Les Dents du Singe (1960), utilizando os pacientes da clínica como atores, segundo a teoria da ergoterapia.
Seguiram-se, com a colaboração do desenhador Roland Topor, as curtas-metragens Les Temps Morts (1964) e Les Escargots (1965). Em 1973, ainda com Topor, René Laloux produziu o filme La Planète Sauvage (O Planeta Selvagem), uma coprodução franco-checoslovaca, adaptado da novela de ficção científica OMS en Série do francês Stefan Wul (pseudónimo de Pierre Pairault) e com o qual ganhou o Prémio Especial do Júri, em Cannes. Este filme fantástico, que teria sido inspirado na ocupação da Checoslováquia pelos Russos, ilustra a história de humanos, os Oms, que foram domesticados por extraterrestres gigantes de raça azul chamados Draags.
Em 1982, ainda sobre o romance de Stefan Wul, L'Orpheline Perdide, o realizador concebeu o filme Les Maîtres du Temps (Os Mestres do Tempo), com desenhos de Jean Giraud e Moebius.
Em seguimento de La Planète Sauvage, realizou Gandahar (1988), baseado no romance de Jen-Pierre Andrevon e com desenhos de Caza. A última curta-metragem de Laloux foi Comment Wang-Fô Fut Sauvé (1987, A Salvação de Wang-Fô), uma adaptação do conto de Marguerite Yourcenar.
Em 1996, estabeleceu-se em Angoulême (a sudoeste de França), aceitando a proposta do Centre National de la Bande Dessinée et de l'Image (CNBDI) para assumir a direção do Laboratoire d'Imagerie Numérique e aposentou-se em 1999. O realizador dedicou-se também à pintura e à escrita.
Como referenciar: René Laloux in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-11-23 16:38:26]. Disponível na Internet: