retórica antiga

Arte de persuadir (Corax, Tísias, Górgias e Platão); capacidade de descobrir os meios capazes de persuadir no tratamento de qualquer assunto (Aristóteles); capacidade de falar bem no que respeita ao tratamento e discussão das questões públicas (Hermágoras); ciência de bem-dizer (Quintiliano); são algumas das definições da retórica antiga, refletindo preocupações distintas tanto sobre a natureza e a finalidade da retórica como sobre o seu objeto e conteúdo ético; trata-se de uma retórica baseada na inventio, ou seja, na busca, no valor e no modo de empregar os argumentos, mas que tem hoje a mesma atualidade que detinha no tempo de Aristóteles.
Como referenciar: retórica antiga in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-21 16:47:40]. Disponível na Internet: