Richard Buckminster Fuller

Engenheiro, cientista, inventor e arquiteto americano, Richard Buckminster Fuller nasceu em 1895, em Milton, Massachusetts, e morreu em 1983, em Los Angeles, nos EUA. Descendente de uma família de intelectuais, frequentou a Universidade de Harvard mas não concluiu nenhum curso.
Depois de uma fase como empresário numa empresa pioneira na prefabricação de habitações, onde supervisionou a construção de centenas de casa, Fuller resolve dedicar a sua vida à investigação de sistemas tecnológicos com o sentido de otimizar a utilização dos recursos naturais - matérias primas e fontes de energia - e, deste modo, pôr a tecnologia ao serviço da melhoria da qualidade de vida para todos. É assim que, a partir de 1927, produz diversas invenções, tais como, uma "máquina para viver" - uma casa pré-fabricada completamente equipada a que chama Dymaxion House, ou um automóvel que consome muito pouco combustível.
A sua mais importante contribuição para a arquitetura foi a invenção da cúpula geodésica, um sistema de geometria complexa que permite realizar cúpulas de grandes dimensões. Com este sistema realiza várias obras incluíndo o pavilhão americano para a exposição de Montreal, Canadá (1967).
Num projeto utópico propõe cobrir toda a cidade de Nova Iorque com uma imensa cúpula.
Posteriormente, estuda sistemas de construção standartizados para edifícios de grandes dimensões, desenvolvendo simultaneamente teorias que propõem a sua utilização generalizada como forma de resolver os problemas da habitação.
Foi considerado um precursor da utopia tecnológica.
Como referenciar: Porto Editora – Richard Buckminster Fuller na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-17 17:01:22]. Disponível em