Ronaldo de Carvalho

Escritor e diplomata brasileiro, nascido em 1893 e falecido em 1935, foi uma das figuras proeminentes do Modernismo. Em 1915 lançou a revista Orpheu, juntamente com Fernando Pessoa, Mário de Sá-Carneiro e outros. Foi um dos participantes na "Semana de Arte Moderna", realizada em S. Paulo em fevereiro de 1922 e que viria a datar definitivamente o início do Modernismo brasileiro. Publicou depois Epigramas Irónicos e Sentimentais (1922) e Jogos Pueris (1926), de expressão mais vanguardista. Toda a América (1926) é o seu livro de poesia mais famoso. Enquanto crítico literário, escreveu uma Pequena História da Literatura Brasileira (1919).
Como referenciar: Ronaldo de Carvalho in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-07-12 13:05:07]. Disponível na Internet: