RSS (Really Simple Syndication)

Tecnologia baseada na linguagem XML utilizada para a distribuição de conteúdo multimédia através da Internet. A primeira versão de RSS, a "RDF Site Summary", foi desenvolvida pelo indiano Ramanathan V. Guha, para a empresa americana Netscape, em 1999.
O objetivo então era permitir que cada utilizador do portal online da Netscape pudesse aceder a uma página personalizada, com diferentes conteúdos de acordo com as preferências de cada um.
O RSS é utilizado por sites que disponibilizam informação frequentemente atualizada, como é o caso das agências ou canais de notícias, permitindo a agregação dos conteúdos em pequenas listas, chamadas de feeds de RSS. Cada uma destas consiste num pequeno arquivo elaborado em linguagem XML, no qual estão guardados breves resumos dos conteúdos disponibilizados assim como as ligações para a versão completa, caso o utilizador a pretenda obter.
Utilizando programas ou sites específicos que se encarregam de agregar estas feeds RSS, o utilizador pode subscrever um número ilimitado de conteúdos diferentes, que são depois atualizados de forma automática, à medida que são alterados pelo seu editor.
Desta forma, o destinatário pode manter-se informado sobre os últimos acontecimentos, pode saber quando foi acrescentado algum tópico que lhe interesse em determinado fórum online, ou até quando é colocado algum comentário novo no blogue que habitualmente visita, sem ter que se deslocar a todos os diferentes sites.
A designação "Really Simple Syndication" só passou a ser utilizada a partir de setembro de 2002, altura em que o americano Dave Winer lançou o RSS 2.0.
Esta versão modificada do RSS original e ainda hoje utilizada foi a primeira a implementar o uso de uma forma de ligação de conteúdo multimédia ao feed de RSS, através da inclusão de hiperligações que ligam os itens da lista de conteúdos ao site na Internet onde estão armazenados e a partir do qual podem ser disponibilizados.

Como referenciar: RSS (Really Simple Syndication) in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-07-16 21:18:42]. Disponível na Internet: