S. Deodato

Papa italiano, de naturalidade romana e filho de Estêvão (um subdiácono), este sacerdote - que pode também aparecer sob os nomes Adeodato ou Adeusdado - foi o candidato que mais apoio granjeou por parte do clero de Roma aquando da eleição do sucessor de São Bonifácio IV, por oposição aos apoiantes do monaquismo. O seu papado teve início a 19 de outubro de 615 e terminou a 8 de novembro de 618.
Seguindo então este rumo, de beneficiação do clero secular, ordenou catorze sacerdotes e inseriu mais um ofício diário a realizar pelos mesmos, o vespertino.
Iniciou o costume de timbrar os documentos emitidos pela Santa Sede e no seu testamento deixou uma certa quantia a cada um dos presbíteros romanos para que rezassem pela sua alma.
Como referenciar: S. Deodato in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-05-25 12:34:37]. Disponível na Internet: