Sacadura Cabral

Oficial da Armada e aviador português, Artur de Sacadura Freire Cabral Júnior nasceu a 23 de abril de 1881 em Celorico da Beira e morreu de desastre no Mar do Norte em novembro de 1924, quando voava em direção a Lisboa, pilotando um avião que se despenhou. O seu corpo nunca foi encontrado.
Serviu nas colónias ultramarinas no decurso da Primeira Guerra Mundial, foi um dos instrutores iniciais da Escola Militar de Aviação, diretor dos serviços de Aeronáutica Naval e comandante de esquadrilha na Base Naval de Lisboa. Unanimemente considerado um aviador distintíssimo, pelas suas qualidades de coragem e inteligência, notabilizou-se a nível mundial, ultrapassando as insuficiências técnicas e materiais que na época se faziam sentir.

Realizou diversas travessias aéreas memoráveis, notabilizando-se especialmente em 1922, ao efetuar, juntamente com Gago Coutinho, a primeira travessia aérea do Atlântico Sul. Gago Coutinho e Sacadura Cabral foram aclamados, em Portugal e no Brasil, por este feito, tornando-se objeto de múltiplas homenagens. Uma das mais significativas, mas ocorrida já postumamente, foi a iniciativa do Banco de Portugal de colocar as efígies dos dois navegadores em papel-moeda.
Como referenciar: Sacadura Cabral in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-04-26 06:37:48]. Disponível na Internet: