Salamandrídeos

Família de anfíbios, da ordem dos urodelos, constituída por 42 espécies, em geral designadas por salamandras e tritões. Os animais desta família possuem duas séries de dentes palatinos em duas fiadas que na parte posterior são divergentes. Os adultos são pulmonados e nunca apresentam brânquias. Nem sempre é possível delimitar nitidamente a diferença entre tritões e salamandras.
Há autores que designam por salamandrídeos as espécies maiores e por tritões as espécies mais pequenas. Todos os salamandrídeos possuem pele lisa e nua. A espécie Triturus vulgaris, ou tritão, pode atingir o comprimento de 10 centímetros e não apresenta garras nos dedos.
Vivem em locais frescos e húmidos durante o verão e no outono escondem-se nas pedras para hibernar. Na primavera voltam à água, mostrando o macho a sua veste nupcial. O macho apresenta uma crista dorsal na época da reprodução. Quer o macho quer a fêmea têm a cauda comprimida lateralmente, o que os distingue das salamandras.
O tritão-americano (Notophthalmus viridescens) mede cerca de 10 centímetros de comprimento e encontra-se na costa atlântica até ao sul do Canadá e Texas, o Taricha torosa, tritão-aquático, encontra-se na costa pacífica desde a Califórnia até ao Alasca meridional.
A salamandra-terrestre (Salamandra maculosa), de cor preta e amarela, segrega através de glândulas epiteliais substâncias acres e venenosas. Atingem um comprimento entre os 18 e 20 centímetros. A parada nupcial ocorre em terra e as salamandras são vivíparas. A espécie Salamandra salamandra encontra-se nas planícies da Europa, Ásia Menor e Norte de África, sob raízes e nos musgos das regiões húmidas. Hiberna no solo.
Como referenciar: Salamandrídeos in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-11-29 02:01:38]. Disponível na Internet: