Santa Marta de Penaguião

Aspetos Geográficos
O concelho de Santa Marta de Penaguião, do distrito de Vila Real, localiza-se na Região Norte (NUT II), no Douro (NUT III). Situa-se na vertente este da serra do Marão, a uma altitude de 240 metros e a cerca de 7 quilómetros da margem direita do rio Douro. Santa Marta de Penaguião encontra-se a 17 quilómetros de Vila Real, a pouca distância do rio Corgo. Está rodeado pelo concelho de Vila Real, a norte e a nordeste, por Peso da Régua, que circunda o concelho de sudeste a noroeste, e por Baião (distrito do Porto), a oeste.
Este concelho ocupa uma área de 69,9 km2, na qual se distribuem 10 freguesias: Alvações do Corgo, Cumieira, Fontes, Fornelos, Louredo, Medrões, S. João de Lobrigos, S. Miguel de Lobrigos, Sanhoane e Cever.
Em 2005, o concelho apresentava 8440 habitantes.
O natural ou habitante de Santa Marta de Penaguião denomina-se penaguiense ou penaguiota.
Quase toda a área do concelho está inserida na Região Demarcada do Douro, onde se produz o famoso vinho do Porto.
História e Monumentos
O concelho de Santa Marta de Penaguião possui um património arquitetónico com bastante valor, de onde de destacam o Santuário de Nossa Senhora do Viso, a Igreja Matriz de Fontes (século XVIII), a Igreja Matriz da Cumieira (século XVIII), o Pelourinho de Santa Marta de Penaguião, a Capela de S. Pedro, em Medrões, a Igreja Paroquial de São João de Lobrigos, os diversos solares e os marcos graníticos de demarcação da Região do Douro. Com maior ancestralidade, salientam-se o forno cerâmico romano, em Fornelos, e as ruínas castrejas, em Sanhoane.
Tradições, Lendas e Curiosidades
Realizam-se algumas festas, como a de Nossa Senhora da Guia (primeiro domingo de agosto), a de Santa Marta (29 de julho) e a de Nossa Senhora do Viso (primeiro domingo de setembro), em Santa Marta de Penaguião, decorrendo a última também em Fontes; a de Santo António (13 de junho), em Alvações do Corgo; a de S. João (24 de junho) e a de S. Pedro (29 de junho), em Fornelos.
O feriado municipal acontece a 13 de janeiro.
Dos eventos organizados por freguesias e por coletividades, destaca-se, pela sua abrangência concelhia, a Semana Cultural do Concelho, normalmente organizada na primavera e na qual as vertentes cultural e etnográfica se salientam.
O artesanato tem alguma representatividade no concelho, nomeadamente na cestaria, na tanoaria, na latoaria, na tapeçaria, nas rendas e nos bordados.
A grande maioria dos viticultores da região forma aquela que é a maior adega cooperativa do Douro - a Adega Cooperativa de Santa Marta de Penaguião (Caves Santa Marta).
Economia
Mais de metade da população do concelho tem como atividades dominantes a agricultura, nomeadamente a vitivinicultura e, com fraca expressão, a olivicultura, a silvicultura e as restantes atividades de subsistência, ou de fim de semana.
Nos outros setores de atividade, são os serviços e o setor da construção civil e de obras públicas que apresentam maior dinamismo. No setor dos serviços destaca-se a crescente importância da atividade turística, aproveitando todos os recursos naturais existentes no concelho, assim como todo o seu património cultural. A pesca desportiva nas margens do rio Corgo e a caça têm atraído mais turistas.
Como referenciar: Porto Editora – Santa Marta de Penaguião na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-11-27 08:56:18]. Disponível em