Santiago de Cuba

A cidade de Santiago de Cuba fica situada numa área de relevo íngreme, protegida a noroeste pela Sierra Maestra, cujo pico mais alto - Turquino - ultrapassa os 2000 metros de altitude.
Foi fundada em 1514 pelo colonizador espanhol Diego de Velázquez e mudou-se para a sua atual localização em 1588, sendo por algum tempo a capital de Cuba. Posteriormente foi conquistada por piratas franceses e ingleses e foi um centro de comércio com índios norte-americanos.
No início do século XIX vários franceses chegaram a Santiago de Cuba quando tentavam escapar da revolta dos escravos no Haiti, vindo a influenciar em muito o desenvolvimento da cidade. Em 1898, durante a Guerra Hispano-Americana, os navios dos Estados Unidos da América estabeleceram um bloqueio no porto de Santiago. Quando o almirante espanhol Pascual Cervera y Topete tentou a sua fuga, o seu barco foi destruído, dando início a uma guerra, que precedeu a rendição da cidade. A 26 de julho de 1953 Fidel Castro começou a sua luta revolucionária contra Fulgencio Batista y Zaldivar, atacando os militares do exército Moncada, em Santiago de Cuba. As principais atividades económicas da cidade incluem a agricultura, nomeadamente de tabaco, a exploração florestal para extração de madeira, a extração de minerais e a indústria, nomeadamente fundições, destilarias, fábricas de cigarros e indústria de charutos e de materiais de construção.
A cidade possui uma universidade e várias marcas dos tempos coloniais, como a maior catedral de Cuba e os vestígios dos fortes que se erguem sobre o penhasco do porto, destacando-se o Castelo de San Pedro de La Roca, construído no século XVII, para proteção da cidade, baseado nos princípios italianos renascentistas, que constitui um dos exemplos mais bem preservados da arquitetura militar, sendo considerado Património Mundial desde 1997.
A salsa é a música mais popular das Caraíbas e da América Latina e parece ter tido a sua origem nesta região de Cuba, surgindo no final do século XIX como uma combinação do ritmo da música africana com a harmonia e a estrutura musical da música europeia. Nos anos 30 do século XX, este tipo de música já se tinha espalhado por todos os locais de convívio da cidade.
Como referenciar: Santiago de Cuba in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-12 03:47:12]. Disponível na Internet: