São Bartolomeu

Nascido em local e data desconhecidos, a sua morte terá ocorrido provavelmente em Albanopolis, na Arménia. Um dos doze Apóstolos, é mencionado como o sexto nos Evangelhos Sinópticos (Mat 10,3; Mc 3,18; Luc 6,14) e como o sétimo em São João, nos Atos dos Apóstolos (Act 1,13). O seu nome, Bar-Tolai, significa "filho de Talmai" (ou Tholmai), um antigo nome hebreu que atesta a ascendência do santo, e que pode ter sido o seu nome próprio ou um apelido para o distinguir como filho de Talmai. Pensa-se antes que não terá sido o seu nome próprio já que é identificado por São João com Natanael, "dom de Deus", (Jo 1,45-51). Originário de Canãa da Galileia (Jo 21,2), trazido a Jesus pelo testemunho de Filipe, fica convencido perante a perspicácia de Jesus, reconhece o seu messianismo (1, 48 s.) e segue-o até ao fim (21,2,14).
Não existem dados sobre São Bartolomeu nos livros eclesiásticos antes de Eusébio, que refere que Panteno, o mestre de Origenes, quando evangelizava a Índia teve conhecimento que o apóstolo já lá tinha pregado antes dele o Evangelho de S. Mateus, escrito em hebraico. Naquela altura, o termo "Índia" abrangia uma área geográfica muito grande que incluía a Arábia e a Pérsia. Existem outras lendas que dizem que São Bartolomeu terá andado pela Mesopotâmia, Pérsia, Egito, Arménia e nas costas do Mar Negro. Uma destas lendas identifica-o, de facto, com Natanael. Diz-se que a sua morte ocorreu na Arménia, em Albanopolis, segundo uns decapitado e segundo outros esfolado vivo, crucificado e deitado ao mar, no Sul de Itália, às ordens de Astíage por ter convertido o irmão deste último, Polímio, rei da Arménia. A iconografia representa-o esfolado e segurando na mão a sua própria pele e com o seu instrumento de suplício, a faca, nas mãos. As suas relíquias foram, segundo alguns, preservadas na igreja de São Bartolomeu na Ilha Tiberina, em Roma. Em tempos remotos existiu um evangelho apócrifo de São Bartolomeu.
Como referenciar: São Bartolomeu in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-08 05:48:22]. Disponível na Internet: