Serões da Aldeia

Obra de João de Lemos, publicada em 1876.
Na "Introdução", o autor apresenta os Serões como "artigos soltos, sem nexo entre si, abrangendo variados assuntos, e tratados perfunctoriamente", mas considera-os páginas "em serviço da moral e da religião". De facto, é possível notar alguns vetores de união entre os opúsculos: a defesa da fé e de Roma (em "Influência do Cristianismo na Civilização") e a denúncia da atonia moral do século (em "O indiferentismo do século", "Considerações relativas ao teatro de hoje"). O texto "Aniversário dos vencedores nas discórdias civis" constitui o protesto de um miguelista contra as comemorações ostensivas das efemérides das vitórias liberais.
Como referenciar: Serões da Aldeia in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2021. [consult. 2021-01-19 06:27:23]. Disponível na Internet: