sete maravilhas do mundo

Conjunto de obras (na sua maior parte pertencentes ao mundo grego) que eram consideradas as mais notáveis da Antiguidade. As setes maravilhas do mundo eram, designadamente, as seguintes: as pirâmides de Gizé, no Egito; a estátua de Zeus em Olímpia, da autoria de Fídias; o Colosso de Rodes, gigantesca estátua que dominava a cidade; o templo de Éfeso dedicado a Artemisa; o farol de Alexandria; o grande mausoléu de Halicarnasso; finalmente, os jardins suspensos da Babilónia.
A distinção destas obras deve-se a Antipater de Sídon, poeta helénico do século II a. C.
Das realizações mencionadas, só as pirâmides do Egito sobreviveram até aos nossos dias. Os historiadores da arte têm procurado reconstituir as restantes obras a partir de documentos coetâneos e vestígios arqueológicos. A existência de todas elas, que em certa altura chegou a ser posta em causa (havendo quem dissesse, por exemplo, que os jardins suspensos da Babilónia eram mera lenda), encontra-se hoje perfeitamente comprovada.
Como referenciar: Porto Editora – sete maravilhas do mundo na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-21 04:01:57]. Disponível em