Sídon

Hoje com o nome de Saida, é uma cidade e porto da Fenícia, situada na costa oriental do Mediterrâneo, a 30 km ao norte de Tiro e a igual distância ao sul de Beirute.
Vassala da Pérsia, Sídon foi governada por uma dinastia nativa que mantinha estreitas relações comerciais com Atenas e que já estava helenizada, tal como provam os sarcófagos dos seus reis.
Esteve sob o domínio dos Assírios, Babilónios, Persas, Gregos e Romanos. Sídon era uma grande cidade comercial e célebre por possuir duas indústrias muito importantes: a da tinturaria púrpura e a do vidro.
A indústria do vidro foi descoberta no século I a. C. nesta cidade, sendo conhecidos muitos dos nomes dos trabalhadores-artesãos vidreiros do principado inicial, principalmente através das suas assinaturas existentes em algumas peças.
Sídon é nomeada na Bíblia inúmeras vezes e foi referida por alguns escritores clássicos nas suas obras, como é o caso de Homero que a mencionou na Ilíada e na Odisseia e de Estrabão.
Como referenciar: Sídon in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-01-20 09:17:26]. Disponível na Internet: