Sófia


Aspetos Geográficos
Capital e maior cidade da Bulgária, Sófia localiza-se na parte ocidental do país, no sopé do maciço montanhoso de Vitosha, pertencente aos Balcãs. Fica situada a cerca de 550 metros de altitude e é atravessada por alguns pequenos rios, sendo famosas as suas águas termais. O seu clima é do tipo continental moderado, com elevadas amplitudes térmicas anuais. Possui cerca de 1 200 000 de habitantes (2006).

História e Monumentos A cidade foi fundada pelos Trácios no século VIII a. C., com o nome de Serdica, sendo uma das mais antigas capitais da Europa. Chegou a ser território de Alexandre Magno, tendo sido capturada pelos Romanos em 29 d. C. Foi destruída pelos Hunos em 447, mas reconstruída pelo imperador bizantino Justiniano, florescendo e impondo-se pela beleza e ativa vida social. Passou depois a ficar conhecida por Sredets, na sequência da invasão búlgara, passando deste para o Império Bizantino e vice-versa. Entre os séculos XII e o XIV, era um importante centro de comércio e de artesanato. Em 1376, passou a ostentar o nome atual, apesar de só muito lentamente o nome substituir o anterior. Foi depois conquistada pelo Império Otomano, o que originou a fixação de muitos turcos e a consequente mudança arquitetónica (com mesquitas, banhos turcos, etc.). A cidade foi libertada pelos russos em 1878 e tornou-se no ano seguinte capital do principado autónomo da Bulgária, que se viria a transformar no reino da Bulgária em 1908. Durante a Segunda Guerra Mundial, chegou a aliar-se aos nazis, mas foi depois ocupada pela União Soviética e, a partir de 1944, tornou-se capital da República Popular da Bulgária, de regime comunista até 1989. Entre os seus principais monumentos, destacam-se a Igreja Românica de São Jorge (do século IV), a Igreja Bizantina de Santa Sófia e a espetacular Catedral de Alexandre, o Grande (ortodoxa).

Aspetos Turísticos e Curiosidades
A cidade faz uma espantosa síntese arquitetónica entre o passado e o presente. Alguns dos seus monumentos estão classificados pela UNESCO como Património da Humanidade. Alguns dos seus lugares de maior importância são, por exemplo, a Ópera e Ballet Nacional, o Teatro Nacional Ivan Vazov ou o NDK, o maior centro de congressos do Sudeste da Europa. Destacam-se também os seus museus e a intensa vida noturna. Outros focos de atração turística são o mercado do livro ao ar livre na Praça Slaveykov, a Mesquita de Banya Bashi (do século XVI), a Sinagoga, os Banhos Públicos ou o Largo (um complexo arquitetónico na baixa da cidade que alberga a sede de importantes instituições búlgaras).


Economia
Centro administrativo, cultural e económico do país, a cidade tem por principais atividades produtivas a metalomecânica, os têxteis, a borracha, as peles e os produtos eletrónicos. Tem também um importante papel ao nível do setor financeiro. O comércio, a construção e os transportes são outras atividades importantes. Muitas multinacionais acabaram por se instalar na cidade com a queda do regime comunista.
Como referenciar: Sófia in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-09-26 16:58:00]. Disponível na Internet: