solução padrão de E. D. T. A.

O ácido etilenodiaminotetracético, vulgarmente designado por E. D. T. A. é uma substância primária, pois pode obter-se puro, podendo ser seco a uma temperatura de 150 ºC sem perigo de decomposição, não é higroscópico, mas não é muito utilizado na preparação de soluções padrão, em virtude da sua baixa solubilidade em água.
De preferência, na preparação de soluções padrão, utiliza-se o sal dissódico de E. D. T. A., o qual é também uma substância padrão e apresenta a vantagem de ser solúvel em água.
As soluções padrão de E. D. T. A. devem ser conservadas em frasco de polietileno, pois afetam o vidro. Para a realização da experiência de preparação de uma solução padrão de E. D. T. A., é necessário o seguinte material: balança analítica, frasco de polietileno de 1 litro, copos de titulação, bureta de 25 ml, conta-gotas, funil de vidro, pipeta e proveta. Os reagentes utilizados são os seguintes: sal dissódico de E. D. T. A., cloreto de amónio concentrado, carbonato de cálcio puro, negro de Eriocrómio T (sólido), cloreto de hidroxilamina, álcool etílico e ácido clorídrico.
Começa-se por pesar uma quantidade determinada de sal dissódico de E. D. T. A. Num frasco de polietileno adiciona-se água desionizada e adiciona-se o E. D. T. A. pesado. Perfaz-se o volume até 1 litro e agita-se bem até à homogeneização completa.
Em seguida, procede-se à titulação da solução anteriormente preparada. Para cada copo de titulação, adiciona-se, com o auxílio de pipeta volumétrica, uma determinada quantidade anteriormente fixada de solução padrão de cálcio (previamente preparada) e adiciona-se água desionizada, medida com proveta.
A esta solução adiciona-se, a cada copo de titulação, solução tampão de amónia (previamente preparada), medida com pipeta graduada, e adiciona-se algumas gotas de indicador que, neste caso, é o negro de Eriocrómio T.
Prepara-se a bureta com a solução de E. D. T. A. a titular.
Por fim, junta-se à solução contida no copo de titulação a solução de E.D.T.A., da bureta, gota a gota, até ao aparecimento da cor azul persistente à agitação intensa, e anota-se o volume gasto de E. D. T. A.
Repete-se o procedimento para o outro copo.
Determinado o volume de E. D. T. A. gasto na titulação, calcula-se a concentração deste.
Como referenciar: solução padrão de E. D. T. A. in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-08-09 09:42:03]. Disponível na Internet: