Sonia Terk Delaunay

Pintora e estilista, Sara Ilitnitchna Stern, conhecida por Sonia Terk, nasceu em 1885, em Gradizhsk, na Ucrânia. Estudou em São Petersburgo, na Rússia e posteriormente em Karlsrühe, na Alemanha. Mais tarde, instalou-se em Paris, frequentando a Academia da Paleta, onde conheceu o pintor Ozenfant. Nos trabalhos que realizou neste primeiro período é notória a marca da obra de Paul Gauguin e de Van Gogh, na procura da liberdade e das qualidades expressivas da cor. Por outro lado, o seu interesse pela exploração dos valores e das relações cromáticas aproxima-a dos pintores fauvistas, com os quais expõe algumas obras.
Casou-se com o pintor Robert Delaunay em 1910, sendo bastante influenciada pelos seus trabalhos abstratos. Desenvolveu então um estilo pessoal, próximo do Cubismo e do Orfismo de Delaunay, executando colagens em papéis e tecidos para capas de livros (nomeadamente dos poetas Guillaume Apollinaire, Stéphane Mallarmé e Arthur Rimbaud).
Em 1915, visitou Espanha e depois Portugal, onde pintou a tela "Mercado Português". Nestes países conheceu alguns dos produtos artesanais e as técnicas tradicionais de produção, o que lhe permitiu o desenvolvimento de peças em cerâmica. Na mesma altura, o coreógrafo Serge Diaghilev encomendou-lhe o projeto de figurinos para o seu ballet Cleópatra. Em 1920, voltou para a França e dedicou-se ao desenho de moda e de tecidos, aos quais aplicou parte das suas teorias sobre a relação entre forma e cor. Revolucionou o design de textéis, com o uso de padrões geométricos e intensamente coloridos e a do vestuário com combinações desses panos coloridos.
A partir desta década, a sua pintura vai oscilar entre linguagens abstratas e figurativas. Muitas vezes estas diferentes formas de expressão eram conjugadas na mesma imagem, como se verifica na aguarela "Raparigas em Fato de Banho", de 1928, que representa três figuras femininas sobre um fundo abstrato de cores radiantes e intensas.
A obra de Sonia Delaunay apresenta uma evidente transformação após a morte de Robert Delaunay em 1941. Estabeleceu-se em Grasse, no sul de França (onde estavam já instalados alguns pintores famosos como Jean Arp) e a sua linguagem pictórica, expressa em desenhos e guaches, tornou-se mais delicada e radical nas experiências plásticas sobre a cor. Na década de 60, realizou uma série de pinturas abstratas designadas Ritmo e Cor.
Sonia Delaunay morreu em Paris em 1979.
Como referenciar: Sonia Terk Delaunay in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-15 08:40:51]. Disponível na Internet: