Stellan Skarsgard

Ator sueco, Stellan Skarsgard nasceu a 13 de junho de 1951 em Gotemburgo. Começou a representar em adolescente, tendo ganho algum reconhecimento quando, aos 16 anos, participou na série de televisão sueca Bombi Bitt. Passou depois vários anos a trabalhar no teatro, interpretando peças clássicas para a Real Companhia Dramática de Estocolmo, com ocasionais participações no cinema em filmes como Anita, Swedish Nymphet (1973) - a sua estreia na Sétima Arte. Em 1982, venceu o prémio de Melhor Ator no Festival de Cinema de Berlim pela sua interpretação em Den Enfaldige Mordaren. Mais tarde, participou em prestigiados filmes internacionais como The Unbearable Lighteness of Being (A Insustentável Leveza do Ser, 1988), de Philip Kaufman; ou The Hunt for Red October (Caça ao Outubro Vermelho, 1990), de John McTiernan.
Atingiu, contudo, o verdadeiro sucesso internacional com o aclamado Breaking the Waves (Ondas de Paixão, 1996), de Lars Von Trier, contracenando com uma memorável Emily Watson. Esta visibilidade deu-lhe inúmeras oportunidades em Hollywood, começando logo em 1997 ao encarnar um frustrado matemático que orienta o prodígio Matt Damon em Good Will Hunting (O Bom Rebelde), de Gus Van Sant. No mesmo ano, participou em Amistad, de Steven Spielberg; e My Son the Fanatic (O Meu Filho Fanático). Em 1998, participou em Insomnia, filme norueguês em que interpreta um detetive que vai perdendo o juízo enquanto investiga um crime; e no thriller Ronin, de John Frankenheimer.
Em 2000, contracenou com Demi Moore em Passion of Mind (Paixões Paralelas); e com Charlotte Rampling em Aberdeen; para além de ter participado no experimental Time Code, de Mike Figgis. No ano seguinte, voltou a trabalhar com Lars Von Trier no desconcertante Dogville, interpretando um dos habitantes da vila que acolhe a misteriosa fugitiva interpretada por Nicole Kidman. Um ano mais tarde, participou num projeto bastante atribulado: a "prequela" do clássico O Exorcista (1973) - Exorcist: The Beginning (Exorcista - O Princípio) - em que interpretava o padre Merrin (o papel original era de Max Von Sydow). Inicialmente realizado por Paul Schrader, o estúdio trocou-o por Renny Harlin e praticamente só Skarsgard se manteve no elenco da versão final. No mesmo ano, participou também em King Arthur (Rei Artur), de Antoine Fuqua. Em 2006, interpretou o papel do grande pintor espanhol Francisco Goya em Goya's Ghosts, de Milos Forman.
Como referenciar: Stellan Skarsgard in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-18 22:42:26]. Disponível na Internet: