Stephen Sprouse

Estilista e fotógrafo norte-americano nascido a 12 de setembro de 1953, e falecido a 4 de março de 2004, num hospital de Nova Iorque, vítima de um ataque cardíaco.
Aos trinta anos, em 1983, apresentou a sua primeira coleção de moda, caracterizada pela originalidade e por ser bastante divertida. O mesmo se passou com a coleção de 1984 e ambas fizeram muito sucesso, levando Sprouse a ganhar uma série de simpatizantes. Contudo, e apesar deste êxito, manteve-se afastado do setor, durante cerca de três anos, tendo regressado em 1987, com a abertura de lojas em Nova Iorque e Los Angeles. Mas, devido a graves problemas financeiros, fechou as lojas logo no ano seguinte e afastou-se outra vez do mundo da moda até 1992. Apesar disso, o talento de Sprouse deixou tantos admiradores que as suas criações continuaram a ser vendidas a preços elevados em lojas de luxo, mesmo depois de ele ter deixado de desenhar vestuário.
O estilista foi apontado como um dos responsáveis pela bem sucedida mistura, no mundo da moda, do estilo sofisticado das classes altas com a sensibilidade da pop e do punk. Paralelamente, Sprouse desenhou roupa para a cantora pop Debbie Harry, vocalista dos Blondie. No final da década de 80 trabalhou bastante com o grupo pop Duran Duran, criou roupas nomeadamente para o álbum Big Thing, de 1989. Ainda nesse ano, concebeu a capa da coletânea do grupo intitulada Decade, assim como o fez mais tarde para o álbum de 1993 Duran Duran.
Ainda nos finais de 80 havia colaborado com o artista plástico Andy Warhol na criação de uma linha de roupa baseada numa série de quadros do artista.
Sprouse regressou à atividade em 1992 para desenhar uma linha para Bergdorf Goodman, fazendo o mesmo para a Barney's New York em 1995. Também desenhou malas para a Louis Vuitton e em 2002 criou uma linha de skates e fatos de banho para a cadeia Target.
Como referenciar: Stephen Sprouse in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-09 16:13:22]. Disponível na Internet: