Steve Fossett

Homem de negócios e notável aventureiro, nasceu em 1944, na Califórnia. Fez fortuna nos mercados financeiros, mas tornou-se mundialmente conhecido pelas várias aventuras em que participou ao longo da sua vida.
A primeira aventura de Fossett aconteceu em setembro de 1985, quando atravessou a nado o Canal da Mancha, entre França e Inglaterra.
Em março de 1992, percorreu perto de 1875 quilómetros através do Alasca, numa corrida de trenós com cães onde ficou classificado em 47.º lugar, e em junho de 1993 participou nas 24 Horas de Le Mans, uma das corridas de automóveis mais famosas do mundo. Repetiu esta a experiência três anos mais tarde. Para além disso, conquistou oito recordes do mundo em navegação à vela, um deles histórico. Em outubro de 2001 atravessou o Atlântico em quatro dias e 17 horas, encurtando em 43 horas e 35 minutos o anterior máximo. Em setembro de 1993, Fossett obteve licença para pilotar balões de ar quente e, dois anos depois, foi a primeira pessoa a atravessar sozinha o Oceano Pacífico num balão.
Em inícios de 1997, tentou ser a primeira pessoa no mundo a atravessar o globo a bordo de um balão e sem paragens. Utilizou o "Solo Spirit", um balão a hélio e hidrogénio, no qual era possível controlar a temperatura de modo a conservar o combustível. A 13 de janeiro de 1997, saiu de St. Louis, no Missouri, mas a viagem só durou seis dias, duas horas e 44 minutos. Não conseguiu dar a volta ao mundo, mas bateu o recorde de distância percorrida e de tempo de voo. No dia 31 de dezembro desse mesmo ano, Fossett fez uma segunda tentativa, mas uma avaria impediu que percorresse mais de 11 745 quilómetros em quatro dias e onze horas. O "Solo Spirit" só chegou até Novokiporovskaya, na Rússia.
A 7 de agosto de 1998 fez uma nova tentativa, desta vez partindo de Mendoza, na Argentina, naquela que foi a primeira experiência com largada no Hemisfério Sul. O aparelho foi aumentado e carregava mais combustível, mas uma tempestade sobre a Austrália, a 16 de agosto, provocou rasgos no balão e Fossett foi salvo numa operação de emergência. Mesmo assim, bateu novos recordes, entre os quais o de mais longo voo contínuo de balão sobre água. Ainda em 1998, tentou, juntamente com o milionário Richard Branson, dono da Virgin, ser o primeiro atravessar o globo sem paragens, mas o balão desta dupla caiu no Pacífico junto ao Havai.
Em agosto de 2001, fez nova tentativa a solo, mas a travessia, iniciada na Austrália, acabou no Brasil, onde foi forçado a aterrar devido ao mau tempo.
A 2 de julho de 2002, Fossett tornou-se, finalmente, na primeira pessoa a dar a volta ao mundo sozinha a bordo de um balão. Tratou-se da sua sexta tentativa e foi concretizada depois de ter percorrido mais de 31 mil quilómetros e ter cruzado a linha dos 117 graus de longitude, sobre a Austrália. Fossett foi ajudado pelo bom tempo que se manteve durante toda a viagem. O aventureiro tinha partido a 19 de junho de Northam, também na Austrália, a bordo do balão Bud Light Spirit of Freedom. Ao todo, a viagem durou 13 dias, 12 horas, 16 minutos e 13 segundos.
Como referenciar: Steve Fossett in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-09-17 05:45:21]. Disponível na Internet: