Stevie Wonder

Cantor e compositor norte-americano, de nome verdadeiro Stevland Judkins Morris, nasceu a 13 de maio de 1950, em Saginaw, Michigan. Começou a gravar com apenas 11 anos, sob a designação Little Stevie Wonder. Invisual de nascença, nunca este facto obstruiu à sua afirmação precoce como uma das principais figuras da música norte-americana.
Nos anos 60, gravou uma série de singles de sucesso, entre os quais "Fingertips, Part 2", "Up-Tight (Everything's Alright)", "For Once In My Life", "I Was Made To Love Her", e a sua versão de "Blowin' In The Wind" (Bob Dylan).
A década de 70 consagrou Stevie Wonder como um artista decisivo na história da soul e do rhythm & blues, tendo sido galardoado com 17 prémios Grammy. Assumiram papel de destaque os seguintes álbuns: Talking Book (1972), que incluiu os temas "You Are The Sunshine of My Life" e "Supersition"; Innervisions (1973), no qual podemos encontrar "Living For The City", "Higher Ground" e "All In Love Is Fair"; Fulfillingness' First Finale (1974), cujos temas mais marcantes são "Boogie On Reggae Woman" e "Too Shy Too Say"; e Songs In The Key Of Life (1976), que incluiu os êxitos "Isn't She Lovely", "I Wish" e "Sir Duke", um tributo a Duke Ellington.
Os anos 80 trouxeram-lhe sucessos mais esporádicos. Em 1980, editou o trabalho Hotter Than July, que incluiu o tributo a Martin Luther King em "Happy Birthday". O ponto mais importante desta fase chegaria em 1984, com o single "I Just Called To Say I Love You", incluído na banda sonora do filme The Woman In Red (A Mulher De Vermelho, 1984). O tema valeu-lhe um Óscar e foi o single mais vendido na história da Motown. Em 1985, gravou o álbum In Square Circle, que incluiu o êxito "Part Time Lover".
Na década de 90 editou Conversation Peace (1995), que incluiu o êxito "For Your Love", galardado com um Grammy, e Natural Wonder (1995), um duplo ao vivo.
A sua colaboração com a Sétima Arte não se resume a The Woman In Red. Em 1979, compôs a banda sonora do filme Secret Life Of Plants. Outros trabalhos inluíram os filmes The Outsiders (Os Marginais, 1983), Jungle Fever (1991) e The Adventures Of Pinocchio (1996).
Em 1982, gravou "Ebony And Ivory" em dueto com Paul McCartney e, em 1985, participou no projeto USA for Africa, que reuniu vários artistas no combate à fome no terceiro mundo e do qual saiu o tema "We Are the World". Outros artistas com os quais colaborou incluem Gary Byrd, Dionne Warwick, Michael Jackson e Eurythmics.
O músico manteve-se afastado dos estúdios durante algum tempo, abrindo espaço para a edição de algumas coletâneas da sua obra. A edição de Time 2 Love, em 2004, surgiu no seio de alguma expectativa, apesar do fracasso do seu último registo de estúdio, Conversation Peace (1995).
Uma nota para referir a colaboração do cantor noutros projetos, por exemplo, os Blue (Guilty, 2003), Lloyd Brown (Against The Grain, 2003), Gloria Estefan (Unwrapped, 2003), Paul Heaton (Under The Influence, 2004), Cindy Lauper (At Last, 2003), Henri Mancini (Ultimate Mancini, 2004) e Luther Vandross (Dance With My Father, 2003).
Como referenciar: Stevie Wonder in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-11-25 02:43:56]. Disponível na Internet: