Sublevação polaca

Trata-se de um episódio célebre de uma fase da História polaca sob dominação estrangeira. Entre 1815 e 1830 registaram-se uma série de ações e de levantamentos com o objetivo de afastar a dominação russa sobre o território do antigo ducado de Varsóvia. Na mais importante, em janeiro de 1931, foi proclamada, inclusivamente, a independência. No entanto, em 26 de maio desse ano, a derrota dos nacionalistas polacos na batalha de Ostroleka foi decisiva para o estabelecimento de um poder russo cada vez mais forte, dominador e repressivo.
A Constituição, o Parlamento e o exército polacos foram abolidos na sequência da revolta. Os polacos viram-se privados de direitos civis, o país foi saqueado, os tesouros artísticos foram roubados; mas, acima de tudo, assistia-se a um movimento de "russificação" do território, particularmente visível no preenchimento de cargos nas instituições e administração. Na sequência deste processo voltam a registar-se levantamentos, falhados, de insurreição contra o invasor, em 1846, 1848, 1861 e em 1863. Este último, foi sem dúvida, o mais importante. Iniciado no dia 22 de janeiro, este movimento, o maior protesto contra a crescente e cada vez mais insuportável "russificação" dos polacos, foi sufocado com a cooperação da Prússia, pois, por essa época, Bismarck fizera aprovar uma série de medidas de exceção contra os súbditos polacos da Prússia.
O falhanço do movimento de 1863 teve como principal consequência a intensificação daquele programa de "russificação" da Polónia: a língua russa passou a ser matéria obrigatória nos curricula das escolas públicas polacas, enquanto que o uso da língua polaca, por sua vez, foi restringido. Os russos passaram também a interferir nas atividades da Igreja Católica. Cultural, política e economicamente, as partes do território polaco sob administração russa passaram a ser meras províncias do Império dos czares.
Como referenciar: Sublevação polaca in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-18 22:21:04]. Disponível na Internet: