sucessão ecológica

Sequência de comunidades que se desenvolvem numa determinada área, desde as primeiras formas de colonização até atingir o ponto de estabilidade, designado clímax da comunidade. Muitos fatores, como o clima e as próprias mudanças produzidas pelos organismos colonizadores, influenciam o fenómeno da sucessão. Por exemplo, ao fim de muitos anos de produção de arbustos numa determinada área, o solo torna-se suficientemente apropriado para nele crescerem árvores, que acabam por substituir os arbustos.
Como referenciar: Porto Editora – sucessão ecológica na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-01-27 12:41:48]. Disponível em