teatro do absurdo

Forma teatral em que a intriga está praticamente ausente e em que se assiste à desintegração da linguagem e da comunicação entre as personagens. A eclosão deste tipo de drama, também designado como anti-teatro, deu-se nos anos 50, com autores como Samuel Beckett, Jean Tardieu, Eugène Ionesco, Arthur Adamov, Harold Pinter e Harold Albee.
Como referenciar: teatro do absurdo in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-07-24 05:30:13]. Disponível na Internet: