tecido (têxteis)

Um tecido consiste no resultado do entrelaçamento ordenado de um ou vários fios, formando uma lâmina resistente, elástica e muito flexível. A terminologia dos tecidos é muito diversificada e são denominados consoante: o aspeto (listado, espiga, piqué, etc.); o debuxo (tafetá, sarja, cetim, etc.); o ponto de origem (gaze, tule, etc.); a última operação de acabamento (muaré, estampado, etc.).
Os tecidos classificam-se, consoante a sua tecelagem, em: tecidos de lançadeira, formados por duas séries de fios perpendiculares entrelaçados de formas muito variadas; uma das séries (longitudinal) tem o nome de teia e a outra (transversal) trama; tecidos ou artigos de malha por trama, formados por um só fio transversal que se enlaça nele próprio através de malhas ou pontos; tecidos ou artigos de malha por teia, formados por uma teia cujos fios se enlaçam lateralmente entre si, formando malhas ou pontos.
Consoante a composição dos debuxos, os tecidos classificam-se em debuxos simples, debuxos compostos, combinação de debuxos com riscas e quadrados, tecidos de dupla face, tecidos duplos, tecidos triplos, piqués. Quando a combinação dos tecidos se complica, tanto na sua composição como na tecelagem, temos os chamados tecidos especiais, tais como a tapeçaria, a gaze de volta e outros.
Como referenciar: Porto Editora – tecido (têxteis) na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-09-23 04:41:12]. Disponível em