tecido cartilagíneo

O tecido cartilagíneo, ou, abreviadamente, cartilagem, é um tipo de tecido conjuntivo que se caracteriza por não apresentar, na sua composição, vasos do sistema circulatório nem terminações nervosas. É formado por três tipos principais de elementos: uma substância fundamental ou matriz, fibras e componentes celulares.
A substância fundamental apresenta um aspeto transparente, sendo bastante elástica e resistente. É formada por uma matriz de glicosaminoglicanos sulfatados, no seio da qual se dispõem as fibras e as células.
As fibras conferem elevada resistência e flexibilidade à cartilagem, podendo ser colagénicas ou elásticas, variando a sua proporção consoante o tipo de tecido cartilagíneo. O componente celular é representado pelos condrócitos, que se forma a partir dos condroblastos, presentes na cartilagem jovem ou imatura. Os condroblastos localizam-se na face interna do pericôndrio, a membrana conjuntiva que envolve a cartilagem. São responsáveis pela síntese da matriz da cartilagem e das fibras, ficando progressivamente rodeados por estas. Por divisão, originam os condrócitos que, pelo menos nas cartilagens jovens, possuem a capacidade de divisão celular, assegurando assim o crescimento intersticial (a partir do interior) da cartilagem.
Consoante a proporção de cada um dos tipos de componentes, principalmente fibras, podem-se distinguir três tipos de cartilagem: fibrosa, elástica e hialina.
A cartilagem fibrosa pode ser encontrada, principalmente, nos discos intervertebrais, mas, também na trompa de Eustáquio, sínfises e em alguns pontos de união entre os tendões e a cartilagem. Distingue-se dos outros dois tipos por não se apresentar envolta pelo pericôndrio. A matriz apresenta uma elevada quantidade de fibras colagénicas, localizadas entre os condrócitos, que se dispõem paralelamente, em fiadas.
A cartilagem elástica é formada, principalmente, por fibras do tipo elástico, apresentando grande plasticidade. Pode ser encontrada, por exemplo, ao nível do ouvido, epiglote e em alguns locais da laringe.
A cartilagem hialina é a forma mais abundante, apresentando um aspeto homogéneo. As fibras são pouco evidentes, já que são muito finas, disseminando-se pela matriz. Pode ser localizada no nariz, costelas, anéis da traqueia, brônquios e nas superfícies articulares, recobrindo-as.
O tecido cartilagíneo apresenta funções de sustentação de diversas estruturas corporais, diminuição do atrito e proteção das articulações ósseas, forma quase integralmente o esqueleto fetal (que ossifica, de um modo progressivo, após o nascimento) e participa na formação do tecido ósseo.

Como referenciar: tecido cartilagíneo in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-04-21 07:30:17]. Disponível na Internet: