Teixeira de Melo

Poeta, médico e historiador brasileiro, José Alexandre Teixeira de Melo nasceu a 28 de agosto de 1833, em Campos, no Rio de Janeiro (Brasil).
Frequentou o curso de Humanidades, no Seminário de S. José, mas formou-se na Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, defendendo a sua tese, a 25 de novembro de 1859. Estabelecendo-se em Campos, exerceu a profissão de médico e colaborou na imprensa, transferindo-se para o Rio de Janeiro, em 1875. Um ano depois, foi designado chefe da Secção de Manuscritos da Biblioteca Nacional, em seguida, da Secção de Impressos e, por fim, foi nomeado Diretor da Biblioteca, em 1895, aposentando-se cinco anos depois. Entre 1892 e 1893, viajou pela Europa. Como historiador, realizou várias pesquisas sobre a história brasileira, publicando obras importantes, como Efemérides Nacionais (1881, obra em três volumes), Limites do Brasil com a Confederação Argentina (1882), e escreveu vários artigos nos Anais da Biblioteca Nacional, na Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, na Gazeta Literária, entre outras publicações.
Enquanto poeta, Teixeira de Melo, precursor do Parnasianismo e membro fundador da Academia Brasileira de Letras, escreveu: Sombras e Sonhos (1858), Miosótis (1877), Campos de Goitacases (1886) e Poesias (1914).
Teixeira de Melo faleceu a 10 de abril de 1907, no Rio de Janeiro.
Como referenciar: Teixeira de Melo in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-16 06:28:58]. Disponível na Internet: