Tennessee Williams

Dramaturgo norte-americano, Thomas Lanier Williams nasceu a 26 de março de 1911, em Columbus, no estado do Mississipi, e faleceu a 24 de fevereiro de 1983, em Nova Iorque. O pai, um comerciante de calçado dado ao deboche, era oriundo do estado do Tennessee, facto que valeu a Thomas a alcunha com que veio a assinar a sua obra. A mãe, uma criatura oprimida pelos vícios e maus fígados do marido, revelou-se crédula e insegura. Devido aos frequentes episódios de violência doméstica, a família teve que se mudar dezasseis vezes num espaço de quinze anos.
Tendo começado a escrever bastante cedo, recebeu um pequeno prémio literário destinado a promover o ensaísmo em 1927. Dois anos depois ingressou na Universidade do Missouri, onde se apaixonou pelo teatro. Foi, no entanto, obrigado a interromper os seus estudos pelo pai, que o incitou a ocupar um cargo numa empresa de calçado.
Quando pôde retomar os seus estudos e, enquanto frequentava a Universidade de Washington, em 1937, estreou duas peças: Candles To The Sun e The Fugitive Kind. Conseguiu obter o seu diploma pela Universidade do Iowa em 1938 e, chegando a Nova Orleães em busca de trabalho, alterou definitivamente o seu nome para "Tennessee Williams". Em 1939 foi-lhe atribuída uma bolsa pela Fundação Rockefeller, o que o auxiliou na produção de Battle Of Angels (1940). Seguiram-se The Glass Menagerie (1944), peça de carácter essencialmente autobiográfico, e a obra que o consagrou a nível internacional, A Streetcar Named Desire (1947, Um Elétrico Chamado Desejo), que contava a história de uma jovem que é abandonada pelo noivo. A peça, galardoada com o Prémio Pulitzer em 1948, foi adaptada para o cinema com grande sucesso.
Em 1947 conheceu um ex-combatente da Segunda Guerra Mundial, descendente de sicilianos, Frank Merlo, por quem se apaixonou, e com quem passou a manter uma relação.
Em 1955 repetiu a proeza de arrebatar um Prémio Pulitzer, após a estreia de Cat On A Hot Tin Roof (Gata em Telhado de Zinco Quente), peça que também mereceu rodagem cinematográfica, com a participação de nomes como Elizabeth Taylor e Paul Newman no elenco.
Tennesse Williams passou por um período bastante difícil, enveredando pelo álcool e fármacos, sobretudo após a morte de Merlo em 1961, arrastada por uma agonia causada por um cancro do pulmão.
Residente num hotel de Nova Iorque, Tennessee Williams sufocou até à morte com a cápsula de um frasco de medicamentos que se alojou na sua garganta.
Como referenciar: Tennessee Williams in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-06-02 12:30:28]. Disponível na Internet: