teoria sintética da evolução

Teoria proposta na década de quarenta por Mayr, Simpson e Dobzhansky para explicar os mecanismos da evolução. É uma síntese da genética mendeliana, da genética das populações, da paleontologia e da sistemática, integrando a ideia de seleção natural proposta por Darwin, razão por que é conhecida por neodarwinismo. Esta teoria integra também a noção de evolução descontínua, com base na descoberta dos genes homeóticos, que permitem explicar que uma única mutação pode ter efeitos consideráveis sobre o genótipo.
Como referenciar: teoria sintética da evolução in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-06-02 00:31:21]. Disponível na Internet: