terapia do grito

A terapia do grito é uma terapia emocional fundada por Casriel. Acredita-se que o grito permite ao paciente reencontrar emoções esquecidas.
Este é um modelo mais educacional que clínico. As pessoas a quem se aplica a terapia não são doentes, são simplesmente pessoas infelizes com a sua vida e consigo próprias. Esta tristeza resulta da relação com as três partes fundamentais: o afeto, o comportamento e a cognição.
Só o grito permite uma verdadeira descarga emocional. Numa primeira etapa, o sujeito é levado a identificar as suas emoções. Existem diversos tipos de gritos, diferentes sons, diferentes emoções (medo, dor, necessidade). Existem gritos de prazer, de satisfação e outros de raiva.
Os gritos podem exprimir ou encobrir emoções que não se conseguem transmitir verbalmente.
A questão está em "expressar" os sentimentos e não falar acerca deles.
Os gritos fazem parte de um processo estruturado: podem libertar emoções reprimidas desde a infância, e a liberdade e a satisfação de o fazer pode ter influências muito positivas na transformação da personalidade. Isto pode-se fazer num ambiente responsável, onde cada um está envolvido num processo contínuo de psicoterapia.
Os neuróticos sofrem com os seus sintomas (que lhe são estranhos ao ego), causando-lhes dor. Podem ter dificuldade em expressar esses medos, dor ou raiva; mas, no entanto, sentem-na (daí que a terapia do grito surta efeito).
Enquanto a maior parte das pessoas têm uma combinação de problemas neuróticos e de ordem dos distúrbios de carácter, tornou-se claro que estas técnicas eram capazes de quebrar facilmente as defesas nestes distúrbios e fazê-las entrar em contacto com os seus sentimentos reprimidos, dos quais já tinham sido "retirados".
O método utilizado é uma combinação de verbalização com algumas técnicas de encontro, com um método orientado (grito), chamado grito-orientado, que minimiza palavras e acentua a expressão das emoções básicas.
O grupo e o processo é baseado no conhecimento de que as emoções são comuns a toda a humanidade (raiva, medo, amor, satisfação, prazer...).

Como referenciar: terapia do grito in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-17 18:53:57]. Disponível na Internet: