texugo

Designação dos mamíferos da família dos Mustelídeos, também conhecidos em Portugal por texugo-porco e texugo-cão. Os texugos distribuem-se por várias espécies que ocupam zonas da Eurásia, África e norte da América. O texugo-europeu (Meles meles) é o mais conhecido de todos habitando os bosques caducifólios e mistos e zonas onde se encontram sebes, parques e montanhas da Europa, exceto acima das altitudes de 2000 metros, no Norte da Escandinávia e nas ilhas do Mediterrâneo. São animais que podem medir um metro de comprimento e pesar cerca de 15 quilos. São animais de hábitos crepusculares e noturnos de aspeto robusto e atarracado, com uma cor de tons de cinzento escuros, com exceção das patas e da cabeça que são pretas. Apresentam uma faixa vertical branca na testa e duas outras, também brancas, nas faces. Os texugos escavam, com as suas garras, extensas tocas que vão sendo ampliadas e que durante várias décadas são habitadas por gerações de uma mesma família. É um animal omnívoro, que embora preferindo minhocas come também insetos, rãs, carne em decomposição, raízes, tubérculos, bagas silvestres e frutos. A época de acasalamento - os casais formam-se para toda a vida - ocorre entre fevereiro e outubro, mas sobretudo entre março e maio. O período de gestação é variável, sendo no mínimo de 60 dias e dela resultam 1 a 5 crias de pele esbranquiçada. A toca denominada câmara de parto está geralmente situada a mais de três metros de profundidade.
Após o outono inicia-se o sono invernal que dura várias semanas ou meses, durante o qual os texugos não abandonam o seu abrigo, sobrevivendo graças à acumulação de gordura que se formou durante o outono.
Exemplos de outros texugos são: o texugo americano (Tascideia taxus), o texugo-de-cerdas (Arctonyx collaris) e o texugo-furão-chinês (Melogale moschata).
Como referenciar: texugo in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-23 11:46:25]. Disponível na Internet: