The Divine Comedy

Banda irlandesa, formada no ano de 1989 em Enniskillen, composta por Neil Hannon (guitarra e voz), Ivor Talbot (guitarra), Bryan Mills (baixo), Joby Talbot (piano), Stuart Bates (órgão e acordeão), Miggy Barradas (bateria) e Rob Farrer (percussão).
Atingiram a primeira linha da cena musical com o seu terceiro álbum, Casanova, apesar de terem recebido críticas favoráveis pelos seus dois primeiros trabalhos. Este álbum surge no auge da popularidade dos Pulp e no início da era Brit-pop, e transforma os Divine Comedy das tabelas de vendas indie-rock numa banda de culto.
Em 1994, fazem a primeira parte dos concertos da digressão de Tori Amos. Em 1997, editam A Short Album About Love, uma coletânea de canções de amor que Neil Hannon tinha escrito ao longo dos tempos. Foi o álbum da sua carreira que mais vendeu inicialmente e ainda mereceu elogios por parte da crítica. Paralelamente, colaboraram com Michael Nyman, de forma a fazer arranjos nas suas músicas para mais tarde serem interpretadas pelo quarteto do famoso compositor.
Os Divine Comedy contribuíram para inúmeros álbuns e foram a banda suporte de prestigiados artistas.
São muitas vezes referidos como uma banda que se situa algures entre o romântico e o intelectual, centrada numa atitude contemplativa. O resultado final é uma espécie de colisão da orquestra com a pop.
Como referenciar: The Divine Comedy in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-08-05 23:48:18]. Disponível na Internet: