The Jesus And Mary Chain

Os Jesus and Mary Chain surgiram em 1984, em Glasgow, na Escócia, formados por Jim Reid (n.1961- ) e William Reid (n.1958- ), nas guitarras e voz, Douglas Hart, no baixo, e Murray Dalglish, substituído pouco tempo depois por Bobby Gillespie, na bateria.
O impacto artístico do grupo em gerações musicais posteriores foi incalculável, em contraste com o seu sucesso nas tabelas de vendas. Assumindo a influência dos The Velvet Underground, eles próprios foram inspiração de muitos grupos, tais como os My Bloody Valentine ou os Dinosaur Jr.
A polémica acompanhou sempre a sua carreira, quer no âmbito das letras das suas músicas, quer nas atuações ao vivo, que costumavam durar cerca de 25 minutos, eram feitas de costas voltadas para o fãs e originavam, por vezes, confrontos entre um público extasiado pela agressividade da sua música. Estrearam-se em 1984, com o single "Upside Down". Em 1985 surgiu "You Trip Me Up", single que precedeu o álbum de estreia, Psychocandy (1985). Considerado Álbum dos Anos 80 pelos leitores do jornal Melody Maker, este trabalho incluiu temas como "Just Like Honey" e "Never Understand".
O álbum Darklands (1987) marcou a entrada de um novo baterista, John Moore (Gillespie saiu para formar os Primal Scream), e apresentou um certo afastamento em relação à distorção de guitarras que marcara o primeiro álbum. Temas como "Darklands", "April Skies" e "Happy When It Rains" tornaram a banda mais acessível ao grande público.
Precedido de Barbed Wire Kisses (1988), uma coletânea de singles e lados-B, que incluiu "Sidewalking", surgiu, em 1989, Automatic, do qual fizeram parte temas como "Blues From A Gun", "Half Way To Crazy" e "Head On" (tema do qual os Pixies fizeram uma versão).
Na década de 90, os Jesus and Mary Chain sofreram diversas alterações na sua formação, sem afetar o núcleo formado pelos irmãos Reid. Foram gravados os álbuns Honey's Dead (1992), The Sound of Speed (1993), Stoned and Dethroned (1994), Hate Rock 'n' Roll (1995), e Munki (1998), o último trabalho do grupo. Em 1999, os Jesus and Mary Chain encerraram oficialmente a sua atividade.
Atuaram em Portugal em várias ocasiões, a primeira das quais a 8 e 9 de dezembro de 1988 nos pavilhões Os Belenenses (Lisboa) e Infante de Sagres (Porto), respetivamente. Outras datas incluíram os anos de 1992, 1995 e 1996.
Em 2001, foi lançada a coletânea 21 Singles. O disco era um tributo justo a uma banda que não teve uma existência comercial significativa, mas cujo talento e impacto artístico são inegáveis.
Após a dissolução da banda, alguns dos seus membros abraçaram outros projetos musicais. Assim, Bobby Gillespie fez parte dos Primal Scream e dos The Wake, Jim Reid tornou-se ator e produtor de cinema e John Moore juntou-se aos Black Box Recorder.
Como referenciar: The Jesus And Mary Chain in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-15 03:12:32]. Disponível na Internet: