tifo

O termo tifo deriva do grego typhus, que significa estupor, designação também atribuída a esta doença por Hipócrates, ao observar pacientes infetados.
Tifo é uma designação genérica, englobando um conjunto de doenças infeciosas diversas, de cariz epidémico e contagioso, desencadeadas por bactérias pertencentes ao género Rickttesia. Podem-se considerar dois tipos principais deste grupo de patologias: o tifo epidémico e o tifo murino.
O tifo epidémico ou exantemático é o mais comum, sendo desencadeado por uma infeção de Rickttesia prowasecki, após um período de incubação de uma a duas semanas. A bactéria é transmissível através das fezes dos piolhos, entrando na circulação sanguínea do hospedeiro destes (o Homem) e desencadeando febres elevadas, congestão facial, bronquite, falta de ar, laringites e/ou faringites. Após cerca de cinco dias, surge um exantema macular, com manchas violáceas, em conjugação com um estado tóxico e infecioso grave. Os pacientes e as fezes dos piolhos permanecem como reservatórios do agente bacteriano por longo tempo. O tifo murino ou endémico apresenta um modo de transmissão muito idêntico ao da peste, já que também tem como vetor de transmissão ao Homem a pulga dos ratos - Xenopsylla cheopis -, funcionando estes como reservatórios. Este tipo de tifo é frequente entre os roedores, sendo transmitido ao Homem pela pulga apenas em caso de epizootia (grande número de ratos contaminados), em que esta se vê obrigada a procurar novos hospedeiros. A bactéria responsável é a Rickttesia mooseri, sendo os sintomas e quadro clínico idênticos aos do tifo epidémico, mas mais atenuados.
O tratamento é realizado de modo idêntico para ambos os tipos, através do recurso a antibióticos, como o cloranfenicol e a doxaciclina.
Devido ao tipo de vetores de transmissão da doença (piolhos e pulgas de roedores), a sua ocorrência é frequente em locais com baixos níveis de higiene, ausência de sistemas de tratamento de esgotos e de água canalizada, ocorrendo também em locais onde existem aglomerados humanos com insuficientes recursos sanitários, como campos de refugiados.
Como referenciar: tifo in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-24 23:15:11]. Disponível na Internet: