tijolo

Um tijolo consiste numa peça de argila cozida de forma geométrica regular, geralmente paralelepipédica, utilizada na construção, para levantar paredes, muros e tabiques de alvenaria. As suas dimensões podem variar consoante as zonas e fabricantes. Segundo especificação E-160-1965, do LNEC, podem ir desde 22 cm x 11 cm x 7 cm a 30 cm x 22 cm x 20 cm.

Existem diversos tipos de tijolos:

Tijolo normal: prensado, com arestas vivas, apresenta sulcos nas faces maiores para receber argamassa, deixando juntas muito estreitas na sua colocação em obra. Tijolo trabalhado: especial para esquinas, ângulos, etc.
Tijolo clinca: tijolo calcinado até à fusão, de grande compacidade e resistência à intempérie. Utiliza-se preferencialmente como revestimento de edifícios representativos.
Tijolo caixa: trabalhado, com uma reentrância retangular numa das suas esquinas, para se encaixarem as aduelas das portas e das janelas.
Tijolo de escórias: o de tipo leve de betão de escórias que permite a cravação.
Tijolo de vidro: peça paralelepipédica do vidro moldado utilizado em obras de betão translúcido.
Tijolo leve: tijolo muito leve, fabricado com pedra-pomes e cal ou cimento.
Tijolo maciço: de massa compacta ou com perfurações paralelas a uma das suas arestas, sem exceder 5% do volume da peça.
Tijolo recozido: tijolo muito cozido de elevada qualidade.
Tijolo refratário: aquele que é caracterizado pela sua resistência a altas temperaturas.
Tijolo vitrificado: aquele que é elaborado com uma pasta que contém cal e óxido de ferro, que se coze até à sua vitrificação. Não absorve água e utiliza-se basicamente em obras hidráulicas.

Como referenciar: tijolo in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-07-21 16:34:25]. Disponível na Internet: