Tommy Hilfiger

Estilista norte-americano, Thomas Jacob Hilfiger nasceu a 24 de março de 1951, em Elmira, uma cidade nos arredores de Nova Iorque. Desde pequeno, manifestou interesse em fazer carreira no mundo da moda. Aos 18 anos abandonou os estudos e começou a vender roupa a retalho, abrindo uma loja nos limites de Nova Iorque destinada a comercializar produtos a preços acessíveis. Por isso, o estabelecimento chamava-se "The People's Place" (o lugar do povo). Tommy Hilfiger abastecia-se de jeans e calças à boca de sino na baixa de Nova Iorque e depois fazia a revenda nas suas lojas. Mas as pessoas da sua zona não corresponderam às melhores expectativas e, quando tinha 25 anos, a loja acabou por falir. Hilfiger, que, entretanto, já havia aberto outros dez estabelecimentos nos arredores de Nova Iorque, passou a dar mais importância ao design das roupas, assinando ele próprio as criações.
Nessa altura, resolveu mudar-se para o centro de Nova Iorque, com a ideia de montar o seu próprio negócio, o que o levou a recusar propostas para trabalhar com criadores conceituados como Calvin Klein.
Hilfiger, entretanto, vendeu o seu negócio a Mohan Murjani. Mas este também entrou em processo de falência e o estilista conseguiu recuperar a posse da empresa com a ajuda de dois sócios. Em 1982 foi fundada a Tommy Hilfiger, Inc., da qual se tornou presidente. A partir de 1984 passou a desenhar roupa para a sua própria marca, tendo começado por jeans para homem e sportswear. Com o passar dos anos a marca expandiu a sua área de intervenção para vestuário feminino e infantil, calçado, óculos, perfumes e adereços para casa.
A nível pessoal Hilfiger foi presidente da companhia entre 1982 e 1989. Mantendo-se sempre como estilista principal da marca, em 1992 assumiu o cargo de diretor da empresa.
A Tommy Hilfiger apostou sempre em roupas acessíveis para um público jovem e desportivo.
O talento artístico de Hilfiger foi reconhecido em 1995 com a atribuição de um prémio pelo canal musical VH1. Nesse mesmo ano, foi nomeado o melhor Estilista para Homem pelo Conselho de Estilistas da América.
Apostado em manter uma clientela jovem, associou-se em campanhas publicitárias a grandes nomes da música pop e rock como os Rolling Stones e Britney Spears.
Como referenciar: Porto Editora – Tommy Hilfiger na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-12-08 00:26:08]. Disponível em