Totó

Ator italiano, de nome verdadeiro António de Curtis Gagliardi Griffo Focas, nascido em Nápoles a 15 de fevereiro de 1898 e falecido em Roma a 15 de abril de 1967, vítima de ataque cardíaco. Ator popular e cómico, é conhecido pelas suas caracterizações de personagens burguesas sérias mas simpáticas, e é especialmente comparado pela crítica internacional com o cómico americano Buster Keaton.
Nascido no seio de uma família extremamente humilde, encarou o exército como forma de reverter a sua situação financeira, tendo combatido pelo seu país durante a Primeira Guerra Mundial. Depois do conflito, decidiu experimentar a sua veia cómica em diversos music-halls e teatros onde depressa se tornou numa figura de proa pela sua capacidade de improviso e irreverência. Estreou-se cinematograficamente em Fermo Con le Mano! (1937). Até ao final da sua carreira, participou em mais de uma centena de filmes, na sua grande maioria paródias de grande sucesso como L'Allegro Fantasma (O Fantasma Alegre, 1941), I Due Orfanelli (Os Dois Órfãos, 1947), Totò Tarzan (1950), Guardie e Ladri (Polícias e Ladrões, 1951), Totò a Colori (Totó a Cores, 1952), L'Oro di Napoli (O Ouro de Nápoles, 1954), Totò e Marcellino (1958), Totò a Parigi (Totó em Paris, 1958), Totò e Cleopatra (Totó e Cleópatra, 1963), Il Comandante (Totó Comandante, 1963) e Il Grande Maestro (1967).
Como referenciar: Totó in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2021. [consult. 2021-01-27 17:53:06]. Disponível na Internet: