Uganda

Geografia
País da África Oriental. Atravessado pelo equador, situa-se junto ao lago Vitória e possui uma superfície de 28 195 754 km2. O Uganda faz fronteira com a Tanzânia e o Ruanda, a sul, a República Democrática do Congo, a oeste, o Sudão, a norte, e o Quénia, a leste. As principais cidades são Kampala, a capital, com 1 280 300 habitantes (2004), Gulu (119 900 hab.), Jinja (91 700 hab.) e Mbale (74 600 hab.).
Grande parte do país está situado no Planalto Central de África, caracterizado pela existência de numerosos vales muito profundos e alongados, de alguns cones vulcânicos e lagos. Todo o relevo do país está relacionado com as características tectónicas da região dos Grandes Lagos africanos, uma área do globo atravessada por um enorme rifte, que atinge o Médio Oriente. A drenagem do país é feita através dos lagos Vitória, Alberto e Kyoga.
Clima
O Uganda tem um clima tropical de altitude.

Economia
A agricultura emprega quatro quintos da força de trabalho e é a base da economia ugandesa. Produz café, tabaco, chá, algodão e açúcar. A indústria limita-se à transformação de algumas matérias-primas agrícolas e à produção de sabão, calçado e cimento. Os principais parceiros comerciais do Uganda são o Reino Unido, o Quénia, a Bélgica e o Japão.
Indicador ambiental: o valor das emissões de dióxido de carbono, per capita (toneladas métricas, 1999), é de 0,1.

População
A população era, em 2006, de 28 195 754 habitantes. As taxas de natalidade e de mortalidade são, respetivamente, de 47,35%o e 12,24%o. A esperança média de vida é de 52,67 anos. O valor do Índice do Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0,489 e o valor do Índice de Desenvolvimento ajustado ao Género (IDG) é de 0,483 (2001). Estima-se que, em 2025, a população seja de 48 021 000 habitantes. Para o Uganda convergiram vários povos. Existem cerca de 40 etnias que pertencem a três grandes grupos linguísticos, o banto, o nilótico e o nilo-hamítico. As principais etnias são os Gandas (18%), os Tesos (9%), os Nkoles (8%), os Sogas (8%), os Gisus (7%), os Chigas (7%), os Langos (6%) e os Ruandas (6%). As religiões mais importantes são a católica (39%), a protestante (26%), as crenças tradicionais (19%) e a muçulmana (15%). O inglês e o suaíli são as línguas oficiais mas o luganda é a mais falada.

História
O Uganda foi descoberto em 1862 pelo explorador inglês, J. H. Speke.
Foi protetorado britânico entre os anos de 1894 a 1962. Tornou-se independente a 9 de outubro de 1962, mas depois desta data este país não mais conheceu estabilidade política e o seu desenvolvimento económico e social tem sofrido sérias perturbações devido à violência de origem política ou tribal.
Como referenciar: Uganda in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-22 13:33:53]. Disponível na Internet: