Um, Dois, Três

O concurso televisivo "Um, Dois, Três" surgiu a 19 de março de 1984 no canal 1 da Radiotelevisão Portuguesa e foi um dos programas mais bem sucedidos de sempre da televisão em Portugal. O concurso, adaptado de uma ideia da televisão espanhola, era apresentado por Carlos Cruz. Houve na RTP várias séries do "Um Dois, Três" entre 1984 e 1998, num total de 224 emissões. Carlos Cruz apresentou a maioria mas António Sala também o fez em 1994 e 1995.
Os concorrentes tinham de passar por várias fases ao longo do concurso, mais de hora e meia, umas constituídas por provas temáticas, outras por perguntas, escolhidas pelos próprios, que podiam dar indicações sobre os prémios em disputa. O apresentador dava algumas pistas, mas estas também podiam induzir em erro os concorrentes. Cada sessão do concurso tinha um tema e para a primeira emissão foram escolhidas as "Mil e uma Noites".
O "Um, Dois Três" envolvia uma grande produção e era gravado nos estúdios da Tóbis, em Lisboa, na presença de uma numerosa assistência. Ao longo do programa havia vários momentos lúdicos e de variedades preenchidos com artistas convidados ou com o corpo de baile residente. Chegou a haver emissões especiais realizadas em locais diferentes, como a última da primeira série, que teve lugar no Coliseu dos Recreios, em Lisboa, perante cerca de cinco mil crianças. Em cada série havia também um ator cómico fixo para representar um sketch por programa. Carlos Miguel foi o primeiro, seguido de outros como Herman José, Raul Solnado e Marina Mota.
Os prémios eram bastante tentadores, já que o apresentador chegou a distribuir apartamentos, automóveis e grandes quantias em dinheiro. Mas nem sempre era garantido que o prémio final fosse algo interessante já que por vezes também eram atribuídos presentes como a mascote do concurso (a "Bota Botilde"), martelos de São João, camionetas carregadas de areia ou carros de sucata.
Em outubro de 2004, o programa foi reposto com a apresentação de Teresa Guilherme.
Como referenciar: Um, Dois, Três in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-04-25 11:10:16]. Disponível na Internet: